Testes públicos de segurança 2016

8, 9 e 10

de março de 2016

A segurança da urna a toda prova.

A segurança da urna a toda prova.


O Tribunal Superior Eleitoral publica o resultado definitivo das inscrições para a participação no Teste Público de Segurança.


O Teste Público de Segurança tem por objetivo fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança da captação e da apuração dos votos e propiciar melhorias no processo eleitoral.


Logo testes públicos de segurança 2016 Logo TSE
Final da página
Urna eletrônica

Seleção


Formulário - Requisição de passagem aérea e diárias (formato PDF).

Os inscritos optantes pelo custeio de diárias e passagens pelo TSE devem preencher o formulário e enviá-lo para o e-mail: tps2016@tse.jus.br, ou via Sedex, ou protocolizá-lo pessoalmente no Protocolo Administrativo, na sede do TSE (SAFS, Quadra 7, Lotes 1/2, Brasília/DF, CEP 70070-600).

Resultado definitivo da inscrição

Resultado provisório da inscrição

Inscrição

Resultado definitivo da pré-inscrição

Resultado provisório da pré-inscrição

Pré-inscrição

Seleção

Final da página
Urna eletrônica

Linha do tempo

Considerando a prorrogação do prazo de pré-inscrições para até o dia 16.12.2015, a nova linha do tempo fica assim estabelecida:


Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez
2015
2016
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

DEZEMBRO – 1º.12.2015 a 9.12.2015 – PRÉ-INSCRIÇÃO


  1. A pré-inscrição deverá ser realizada por meio do Formulário de Pré-Inscrição. A participação poderá ser individual (investigador único) ou em grupo de investigadores, sendo que cada grupo poderá ter de dois a cinco membros. Terão a pré-inscrição aprovada na condição de investigador ou de grupo de investigadores, os cidadãos brasileiros, maiores de 18 anos, que preencham os requisitos constantes do Formulário de Pré-Inscrição. No caso de pessoa jurídica, não serão aceitas pré-inscrições de empresas que não possuam registro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

DEZEMBRO – 1º.12.2015 a 16.12.2015 – PRÉ-INSCRIÇÃO PRORROGADA


DEZEMBRO – 11.12.2015 – PRÉ-INSCRIÇÃO APROVADA


  1. Publicação da relação das pré-inscrições aprovadas.

DEZEMBRO – 11.12.2015 A 15.12.2015 – RECURSO REFERENTE À FASE DE PRÉ-INSCRIÇÃO


  1. O candidato que não tiver sua pré-inscrição aprovada poderá apresentar recurso por meio do Formulário Recurso.

DEZEMBRO – 18.12.2015 – PRÉ-INSCRIÇÃO APROVADA APÓS A FASE DE RECURSO


  1. As pré-inscrições realizadas após o dia 9.12.2015, decorrentes da prorrogação do prazo da fase de pré-inscrição e não aprovadas, poderão apresentar recurso durante o recesso forense. Esses recursos serão analisados e o resultado será publicado no dia 7.1.2016.

JANEIRO – 7.1.2016 – PRÉ-INSCRIÇÃO APROVADA APÓS FASE DE RECURSO (PRORROGAÇÃO)


  1. Publicação da relação das pré-inscrições realizadas após o dia 9.12.2015, decorrente da prorrogação do prazo da fase de pré-inscrição e aprovadas após análise de recurso.

JANEIRO – 11.1.2016 – PALESTRA SOBRE O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA ELETRÔNICO DE VOTAÇÃO


  1. Palestra a ser realizada no TSE e transmitida pela Internet sobre o funcionamento tecnológico do Sistema Eletrônico de Votação, com ênfase nos sistemas que compõem o escopo do TPS. O objetivo da palestra é permitir aos interessados o conhecimento necessário à elaboração do plano de teste.

JANEIRO – 11.1.2016 A 13.1.2016 – INSPEÇÃO DOS CÓDIGOS-FONTE


  1. Apresentação dos códigos-fonte aos interessados que poderão acessar e navegar nesses códigos, buscando possíveis falhas ou fragilidades a serem exploradas no TPS que poderão compor o plano de teste. Terão acesso aos códigos-fonte os interessados que assinarem o Termo de Confidencialidade.

JANEIRO – 11.1.2016 A 22.1.2016 – INSCRIÇÃO


  1. A inscrição deverá ser realizada por meio do Formulário Plano de Testes. Ela está limitada aos investigadores ou aos grupos de investigadores que tiveram suas pré-inscrições aprovadas após a fase de recurso. O plano de teste tem o objetivo de identificar e descrever as ações a serem desempenhadas pelos investigadores e/ou grupos de investigadores no momento da realização do teste.

FEVEREIRO – 1º.2.2016 – INSCRIÇÃO APROVADA


  1. Publicação da relação das inscrições aprovadas. Serão aprovadas as inscrições cujos planos de testes estejam aderentes ao objeto e aos objetivos do TPS, que tenham sido entregues no prazo e que demonstrarem clareza no propósito, limitadas a 25 indivíduos, sendo que o total de grupos de investigadores somado ao de investigadores individuais não poderá ser superior a dez, ou seja, serão aceitas até dez inscrições.

FEVEREIRO – 1º.2.2016 A 3.2.2016 – RECURSO REFERENTE À FASE DE INSCRIÇÃO APROVADA


  1. O interessado (ou grupo de interessados) que não tiver sua inscrição aprovada poderá apresentar recurso por meio do Formulário Recurso.

FEVEREIRO – 5.2.2016 – INSCRIÇÃO APROVADA APÓS A FASE DE RECURSO


  1. Publicação da relação das inscrições aprovadas após a fase de recurso.

FEVEREIRO – 15.2.2016 – SORTEIO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INSCRIÇÕES


  1. Sorteio público, realizado no TSE, para escolher, dentre as inscrições aprovadas, aquelas que serão selecionadas para participar do TPS, considerando os limites de participação estabelecidos no edital e o limite orçamentário para custeio de passagens e diárias.

FEVEREIRO – 15.2.2016 – INSCRIÇÕES SELECIONADAS


  1. Publicação da relação das inscrições selecionadas.

FEVEREIRO – 15.2.2016 A 17.2.2016 – RECURSO REFERENTE À FASE DE INSCRIÇÃO SELECIONADA


  1. O candidato que não tiver sua inscrição selecionada poderá apresentar recurso por meio do Formulário Recurso.

FEVEREIRO – 19.2.2016 – INSCRIÇÃO SELECIONADA APÓS A FASE DE RECURSO


  1. Publicação da relação das inscrições selecionadas após a fase de recurso.

FEVEREIRO – 19.2.2016 A 24.2.2016 – REQUISIÇÃO DE PASSAGENS E DIÁRIAS


  1. Requisição de passagens e diárias pelos investigadores ou pelos grupos de investigadores que residem fora do Distrito Federal, tiveram sua inscrição selecionada e, na fase de pré-inscrição, manifestaram o interesse em ter seu deslocamento e sua hospedagem custeados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

MARÇO – 7.3.2016 – INSPEÇÃO DOS CÓDIGOS-FONTE


  1. Apresentação dos códigos-fonte aos investigadores ou aos grupos de investigadores, que poderão acessá-los e navegar neles, buscando possíveis falhas ou fragilidades a serem exploradas no TPS, conforme estabelecido no plano de teste. Terão acesso aos códigos-fonte os investigadores que assinarem o Termo de Confidencialidade.

MARÇO – 7.3.2016 – PREPARAÇÃO DO AMBIENTE DOS TESTES


  1. Configuração, pelos investigadores ou pelos grupos de investigadores, do ambiente, dos equipamentos e de outros dispositivos necessários à realização dos planos de testes.

MARÇO – 8.3.2016 A 10.3.2016 – REALIZAÇÃO DOS TESTES PÚBLICOS DE SEGURANÇA


  1. Execução dos planos de testes pelos investigadores e elaboração do relatório com as ações executadas, os resultados alcançados e as sugestões de melhoria, se houver.

MARÇO – 15.3.2016 – AUDIÊNCIA PÚBLICA


  1. Evento no TSE para divulgação dos resultados, para conclusão do Teste Público de Segurança e para entrega do certificado de participação.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Não consta atividade do Teste Público de Segurança neste mês.

Final da página
Urna eletrônica

O que é?

O Teste Público de Segurança tem por objetivo fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança da captação e da apuração dos votos e propiciar melhorias no processo eleitoral.

Final da página
Urna eletrônica

Contato

*Campo obrigatório.

Final da página

Tribunal Superior Eleitoral