3 milhões de eleitores biometrizados na Bahia em 2017

Número foi atingido pelo TRE baiano na sexta (1º/12); meta para o ano foi estipulada pelo TSE

Biometria. TRE-BA

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) alcançou, na sexta-feira (1º/12), a meta de 3 milhões de eleitores biometrizados apenas durante o ano de 2017. O número foi estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e considera todo o estado, não apenas aqueles municípios em fase de recadastramento biométrico obrigatório. Além da Bahia, apenas os estados do Paraná, Tocantins, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Pará atingiram as metas estabelecidas pelo TSE.

O presidente do TRE baiano, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, comemorou a conquista. “Recebi com muita satisfação a notícia de que cumprimos a meta estabelecida pelo TSE, também meta prioritária para mim, enquanto presidente da Corte Eleitoral da Bahia. Eu não posso deixar de agradecer todo empenho, toda dedicação e toda presteza dos nossos servidores, em especial, aqueles lotados nos cartórios eleitorais, que são a linha de frente de todo esse trabalho. Gratidão ainda por todas as prefeituras parceiras, que nos cederam pessoal, espaço e nos deram todo apoio possível para que hoje estivéssemos comemorando este êxito, além do Governo do Estado e as instituições públicas e privadas que abraçaram a nossa causa”.

O desembargador, no entanto, não deixou de alertar aos eleitores dos municípios em fase obrigatória. “Se, por um lado, cumprimos a meta do TSE e conseguimos biometrizar 3 milhões de eleitores em um ano, por outro lado, ainda estamos muito aquém do número desejado quando consideramos apenas os eleitores das cidades em que o prazo para realização do procedimento termina em 31 de janeiro de 2018”, completou. 

Dentre os municípios em fase obrigatória, a capital ainda preocupa. A menos de dois meses do prazo final, mais de 1 milhão de eleitores de Salvador ainda não cadastraram suas digitais. Na capital, são 1.984.731 eleitores, sendo que apenas 963.002 (48,521%) estão biometrizados.

Outros municípios em fase de revisão extraordinária enfrentam situação semelhante. Em Camaçari, dos 166.802 eleitores somente 81.161 (48,657%) passaram pelo recadastramento. Em Feira de Santana, a situação é um pouco melhor, mas ainda preocupante. No segundo maior colégio eleitoral do estado, pouco mais de 60% (251.007) dos 411.667 eleitores foram biometrizados.

Dados gerais 

Na Bahia, a revisão biométrica teve início em 2009, no município de Pojuca. Desde então, até última sexta-feira (1º/12), 4.390.839 eleitores em todo o estado foram biometrizados. Com isso, o TRE da Bahia cumpre com outro objetivo estipulado pelo TSE, que determinou que 40% do eleitorado baiano estivesse revisado até o final de 2017. Atualmente, dos 10.647.416 eleitores da Bahia, 41,24% estão biometrizados. 

Saiba se sua cidade está em revisão extraordinária

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TRE-BA

Últimas notícias postadas

Recentes