Sistemas de totalização e ecossistema da urna 2017 são testados em evento em Curitiba (PR)

Sistemas de totalização e ecossistema da urna 2017 são testados em evento em Curitiba (PR)

Teste de campo TRE-PR

Começou nesta segunda-feira (11) o Teste em Campo Totalização e Ecossistema da Urna 2017, evento organizado pela Seção de Integração de Sistemas Eleitorais (Seint) da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com o TRE do Paraná. Realizado regularmente pela Justiça Eleitoral, o teste tem como objetivo geral validar e homologar, junto ao TREs, os sistemas eleitorais, as suas principais funcionalidades e as novidades para o ciclo eleitoral.

Conforme explica Alberto Araújo Cavalcante Neto, chefe da Seint, o TSE planeja os cenários de teste, elabora os roteiros, implementa e disponibiliza os sistemas eleitorais. Já o TRE que sedia o evento (nesta edição, o regional paranaense) provê o ambiente físico, instalações e toda a logística para acomodar os grupos de trabalho.

Participam desta edição do teste, além de técnicos e analistas do TSE, representantes de 13 TREs (Acre, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina, Tocantins). Os participantes se reúnem em grupos e cada grupo fica responsável por testar um cenário.

Nesta edição, há sete cenários, em que são exercitadas sete condições diferentes de aplicação dos sistemas eleitorais: eleição ordinária geral de 1º e 2º turnos com consulta popular municipal; eleição geral e municipal – retotalizações; eleição suplementar de prefeito de 1º e 2º turnos com consulta popular municipal; eleição suplementar de governador de 1º e 2º turnos com consulta popular estadual e municipal; específico de transporte de arquivos de urna; ecossistema de urna de 1º e 2º turnos; e integração entre o Sistema de Candidaturas (Cand) e o Processo Judicial Eletrônico (PJe).

O evento também busca homologar os sistemas eleitorais considerando: testes com voto impresso utilizando a impressora interna da urna; utilização da versão dos softwares para assinatura no Teste Público de Segurança, que ocorrerá de 28 a 30 de novembro de 2017; mudanças relativas à transferência temporária de eleitores (voto em trânsito, voto de militar e preso provisório); evoluções realizadas na integração dos sistemas Candidaturas e Gerenciamento; nova integração entre os sistemas Candidaturas e PJE; integração entre os sistemas de registro de candidaturas e atribuição de CNPJ de campanha; e integração entre os sistemas de Prestação de Contas e Cadastro para certidão de quitação.

O evento ocorrerá até sexta-feira (15), na sede do regional, em Curitiba (PR).

LC/RC

Últimas notícias postadas

Recentes