ir
Bandeira de identificação do portal
21 de fevereiro de 2013 - 18h05
Mais informações sobre o conteúdo Impressão
Fachada do TRE-ES

TRE-ES fará recadastramento biométrico em 15 municípios do Estado

Ouça matéria sobre o tema.

A partir de julho deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) dará início a mais uma etapa do recadastramento biométrico, que vai atingir 15 municípios e 222.499 eleitores. Pelo cronograma do TRE-ES, esse trabalho vai demorar cerca de nove meses e só será concluído em abril de 2014, próximo ao período de fechamento do cadastro eleitoral para as eleições majoritárias do ano que vem.

 

O recadastramento deverá começar pelos municípios de Apiacá e Bom Jesus do Norte, no extremo sul do Estado. Também serão recadastrados os eleitores de Alegre, Baixo Guandu, Boa Esperança, Domingos Martins, Ibiraçu, Itarana, Itaguaçu, Itapemirim, Mucurici, Muniz Freire, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina e Santa Teresa.

 

Mas os eleitores desses municípios devem aguardar o chamado da Justiça Eleitoral para comparecer ao cartório. Em cada Zona Eleitoral haverá uma campanha específica esclarecendo a data, o horário e o local do recadastramento. O eleitor terá que ficar atento, pois quem não se recadastrar no período estabelecido pelo TRE terá o título cancelado. Na época, será necessário levar o título, se tiver, documento oficial com foto e comprovante de residência.

 

O diretor geral do TRE-ES, Alvimar Dias Nascimento, explicou que na verdade haverá uma revisão eleitoral nesses municípios, portanto, o TRE tomou como base indicativa os processos em tramitação na Corregedoria Regional Eleitoral, nos quais o Ministério Público Eleitoral pede a revisão eleitoral. “O MPE pede ao TRE-ES a revisão eleitoral em 28 municípios do Estado, mas, no momento, até por questões orçamentárias, não será possível fazer a revisão em todos eles, então, elegemos 15 zonas eleitorais, dentre aqueles municípios que foram indicados pelo MPE. Aproveitando a revisão, faremos, então, o recadastramento biométrico”, esclareceu o diretor-geral.

 

O segundo fator que pesou para a definição dos municípios que serão revisados foi o número de kits biométricos disponibilizados para o Espírito Santo. O diretor-geral esclareceu que todos os cartórios eleitorais possuem uma boa estrutura física e cartorária, mas que o número de Kits não é suficiente para fazer o recadastramento biométrico em todo o Estado. Em média, o recadastramento poderá durar até 60 dias em cada município.

 

De acordo com o secretário da Tecnologia da Informação (STI), Danilo Marchiori, a Justiça Eleitoral do ES dispõe de 84 kits biométricos para esse recadastramento de 2013 e 2014 e o TRE-ES deverá investir um total de R$1.170.344,70 no recadastramento, pois o custo será de R$5,26 por eleitor. Marchiori explicou que a “A revisão não será simultânea, então, à medida que concluirmos o recadastramento em uma zona eleitoral, transferimos os equipamentos para outro município, conforme o cronograma de trabalho”, disse Danilo.

 

Além disso, a Justiça Eleitoral terá que deixar pelo menos três kits biométricos em cada município que concluir o recadastramento. “Quando concluirmos esse trabalho, a plataforma de registro do eleitor muda, então, temos que deixar os kits nos cartórios para o cadastramento de novos eleitores”, explicou Danilo.

 

O kit biométrico é muito parecido com o equipamento que a Polícia Federal possui para emissão de passaporte. Além do computador, o kit possui cadeira, máquina fotográfica e leitor biométrico, para o registro da digital.

 

Até o momento, três municípios do Espírito Santo já tiveram seus eleitores recadastrados biometricamente: Castelo, que possui 26.628 eleitores; Viana, que tem 39.059 eleitores, e Dores do Rio Preto, com 5.114 eleitores. Então, são 70.801 eleitores já cadastrados biometricamente no Estado.

 

O Espírito Santo possui 58 Zonas Eleitorais e um total de 2.627.654 eleitores.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TRE-ES

 

    Mapa do site
    Setor de Administração Federal Sul (SAFS), Quadra 7, Lotes 1/2, Brasília/DF70070-600 - Tel.: (61) 3030-7000
    Assessoria de Informações ao Cidadão - 0800 648 0005
    Protocolo Administrativo: sala V-101, fax: (61) 3030-9850 - regras de envio
    Protocolo Judiciário: sala V-504, fax: (61) 3030-9951
    Horário de funcionamento dos protocolos: das 11h às 19h