4 de março de 2013 - 17h15
Mais informações sobre o conteúdo Impressão
Fachada do TRE-PB durante a noite

Eleitores de João Pessoa-PB podem agendar o recadastramento biométrico

Nas eleições gerais de 2014, os eleitores de João Pessoa já serão identificados por meio da impressão digital, pelo sistema biométrico da Justiça Eleitoral.

Desde a última sexta-feira (1), o eleitor de João Pessoa já pode agendar o seu recadastramento biométrico, agilizando o atendimento e evitando filas, o eleitor deverá agendar o atendimento no site do Tribunal Regional Eleitoral da Paráiba, indicando o dia e horário em que deseja ser atendido.

No momento do agendamento, é necessário identificar no sistema o número da inscrição eleitoral do cidadão ou nome completo,  além de confirmar os dados que aparecem na tela e comparecer no dia e hora marcados.

O recadastramento é gratuito e o eleitor deve comparecer no local escolhido com os seguintes documentos: título de eleitor, documento de identificação oficial e comprovante de domicílio. Como documento de identificação serão aceitos a certidão de nascimento ou casamento; carteira de identidade, carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal, ou controladores do exercício profissional e carteira de trabalho e previdência social. Já o comprovante de domicílio deverá ter sido emitido entre os 12 e três meses anteriores ao comparecimento do eleitor para a revisão. Os homens maiores de 18 anos que forem tirar o título pela primeira vez devem apresentar, também, o certificado de quitação do serviço militar.

Os novos alistamentos e transferências também serão realizados com a coleta dos dados biométricos, no caso do eleitor com domicílio eleitoral em outro município e queira transferir o título para João Pessoa, deve comprovar que reside na capital há mais de três meses.

Todos os 479.329 eleitores de João Pessoa têm até março de 2014 para fazer o recadastramento biométrico. Quem não atender ao chamado da Justiça Eleitoral terá o título cancelado, o que impede a solicitação de passaporte ou cartão do CPF, bem como inscrever-se em concurso público, renovar a matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino e obter empréstimos em caixas econômicas federais e estaduais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TRE-PB