Centro Cultural da Justiça Eleitoral (CCJE)

Nesta página, constam informações sobre os eventos que estão ocorrendo no CCJE.

Evento: Exposição 85 Anos do Voto Feminino do Brasil

Data da inauguração: 15 de agosto de 2017

Unidade responsável: Secretaria de Gestão da Informação do TSE

Horário de visitação pública: de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h

Acesse o portfólio da exposição.


 

Conheça também os eventos que já ocorreram no CCJE.

 

 

 

 


Endereço:  Rua Primeiro de Março, nº 42 – Centro, Rio de Janeiro / RJ – CEP 20010-000

Telefones: (21) 2263-6077 / 2263-3266 / 2263-3258

Horário de funcionamento: de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 19h

Horário de visitação pública: de segunda-feira a sexta-feira, das 14 às 17h

Entrada franca

Como chegar

Acessibilidade

O Centro Cultural da Justiça Eleitoral (CCJE) destina-se a promover a proteção e a difusão do patrimônio histórico e cultural da Justiça Eleitoral, bem como a cidadania, por meio de ações educativas e culturais.

Inaugurado em 10 de abril de 2008, o CCJE foi reaberto, após aproximadamente seis anos de inatividade, em 16 de dezembro de 2016, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Gilmar Mendes, por ocasião da solenidade de abertura da exposição 20 Anos da Urna Eletrônica.  

Integra o Corredor Cultural do Centro Histórico do Rio de Janeiro/RJ, ao lado dos principais centros culturais e museus da cidade, compondo o conjunto arquitetônico e urbanístico da Praça XV de Novembro, tombado pelo governo federal em 1990.

Projetado pelo engenheiro Luiz Schreiner e construído entre 1892 e 1896, o prédio abrigou, além da sede do TSE, as antigas sedes do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Conheça os julgamentos ocorridos no CCJE.

Arte e arquitetura

A imponente construção destaca-se pela beleza arquitetônica e pelo requinte artístico: combinam-se elementos neoclássicos e barrocos com características do art nouveau.

Observam-se na fachada, além das armas da República, obeliscos, esculturas de Hermes, festões e estátuas de figuras mitológicas esculpidas pelo francês Maturin Moreau.

Seu interior comporta imponentes salões, espalhados em dois pavimentos, ornados com a pintura mural O Brasil animado – o trabalho, a indústria, o comércio, a navegação, a instrução [Libertação de 1900], do português Pedro José Pinto Peres (1850-1923), e com as obras A inconfidência, A chegada e A partida, do brasileiro Antônio Diogo da Silva Parreiras (1860-1937).

Ao abrigar exposições sobre a história da Justiça Eleitoral, o CCJE reforça sua missão institucional de fortalecer a democracia.

Criação do CCJE

O CCJE foi criado oficialmente pela Lei nº 13.538, de 15 de dezembro de 2017, publicada no DOU de 18 de dezembro do mesmo ano.

Assessoria do Centro Cultural da Justiça Eleitoral (ACCJE)

Assessor-Chefe: Antônio de Faria Neto

Telefone: (21) 2263-3266/3258

E-mailccje@tse.jus.br