Auditoria

Este espaço foi desenvolvido para fornecer informações sobre a Secretaria de Auditoria (SAU) do Tribunal Superior Eleitoral e os serviços  prestados às unidades e instâncias de governança e gestão do Tribunal.

A SAU realiza atividades independentes e objetivas de avaliação e de consultoria no que concerne à atuação das unidades do Tribunal e aos seus processos de trabalho, assim como auxilia a Alta Administração na identificação, prevenção e tratamento de riscos, de modo a fomentar melhorias na eficácia do sistema de governança institucional e de gestão.

Normativos internos

Em elaboração

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, encaminhar e-mail para: sau@tse.jus.br.

O Plano Anual de Auditoria (PAA), elaborado segundo a metodologia baseada em riscos, objetiva identificar as auditorias a serem realizadas pela Secretaria de Auditoria, contendo o planejamento e a programação das atividades de auditoria interna para o exercício. Encontram-se listados abaixo os links para os últimos planos anuais da auditoria interna do Tribunal Superior Eleitoral.

PAA 2020 - Revisado Portaria TSE nº 508/2020 
PAA 2020
PAA 2019 
PAA 2018 
PAA 2017 
PAA 2016 
PAA 2015 
PAA 2014 
PAA 2012-2013

 

Plano de Auditoria Integrada de Longo Prazo (Palp)

O Plano de Auditoria Integrada de Longo Prazo (Palp) contempla o planejamento dos processos a serem examinados pelas unidades de auditoria da Justiça Eleitoral no período de 2018 a 2021.

O Palp tem por finalidade estabelecer o objeto e as diretrizes dos trabalhos de auditoria, bem assim ordenar as atividades a serem desenvolvidas no referido período. Para acessá-lo, clique no link abaixo.

Palp 2018-2021 - Auditoria Integradas

O processo de auditoria, baseado em normas internacionais, é de natureza essencial, pois fornece aos órgãos de controle, à alta gestão e à sociedade informações e avaliações independentes e objetivas acerca da gestão e do desempenho de políticas, programas, contratações e operações dos órgãos.

Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna - Raint 

Passou a ser elaborado em atenção às normas do TCU, disciplinadoras da prestação de contas anual referentes ao exercício de 2019 (Decisões Normativas nº 178 e 180 e Portaria nº 378, todas de 2019). A Resolução CNJ nº 308/2020 também trata do documento, o qual busca informar sobre a atuação da unidade de auditoria interna.

Raint 2019

Auditorias

Exercício 2020

Gestão do Plano Estratégico, com enfoque nos indicadores estratégicos

Gestão da remuneração, com enfoque no cadastro de inativos e pensionistas

Gestão de Redes Sociais, com enfoque na geração de conteúdo e de
moderação de redes sociais

Monitoramentos

O monitoramento tem por objetivo verificar o cumprimento das recomendações emitidas, bem como os resultados delas advindos, ou seja, seus benefícios efetivos. Os resultados são comunicados por meio do Relatório de Monitoramento.

Monitoramentos 2020

Relatório nº 1/2020 – Gestão de serviços de transporte

Relatório nº 2/2020 - Gestão orçamentária e financeira, com enfoque na elaboração da proposta orçamentária

Relatório nº 3/2020 – Gestão predial, com enfoque na infraestrutura de áudio, vídeo e multimídia

Relatório nº 3/2020 – Auditoria de gestão do exercício de 2016

Relatório nº 4/2020 - Gestão de contas eleitorais de candidatos

Relatório nº 4/2020 – Auditoria nos controles internos do processo de contratação de bens e serviços, com enfoque na fase interna

Relatório nº 5/2020 – Gestão da força de trabalho, com enfoque no dimensionamento na força de trabalho o TSE

Relatório nº 6/2020 – Gestão da folha de pagamento, com enfoque na frequência

Relatório nº 7/2020 – Gestão do cumprimento de decisões judiciais e administrativas, em matéria de pessoal

Relatório nº 8/2020 – Sustentação de soluções de tecnologia da informação

Relatório nº 12/2020 - Auditoria no processo de gestão orçamentária e financeira

Com o objetivo de atender às recomendações constantes do § 4º do art. 9º da IN TCU nº 84/2020, apresentamos os links para os relatórios e informes de fiscalização produzidos pelos órgãos do sistema de controle interno e pelo controle externo durante o exercício financeiro, com as providências adotadas em decorrência dos apontamentos da fiscalização.

TCU