TSE lança campanha sobre a biometria

TSE lança campanha sobre a biometria

Dedo sendo lido por urna biométrica.

Nas Eleições 2014, mais de 23 milhões de brasileiros deverão ser identificados por meio das digitais na hora da votação.  Para tanto, 490 cidades de todos os Estados e o Distrito Federal já recadastraram ou vão recadastrar os eleitores biometricamente.  Para convocar os votantes a comparecerem ao seu cartório, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está lançando uma campanha de esclarecimento que vai ao ar por meio das emissoras de televisão e rádio de todo o País a partir desta semana.

Campanha

A campanha para esclarecer os brasileiros sobre o recadastramento é composta de dois vídeos e dois spots para rádio e terá duas fases: uma conceitual e uma regional. A conceitual será divulgada nacionalmente para apresentar a biometria a todos os brasileiros, tendo em vista que a meta da Justiça Eleitoral é concluir o recadastramento até o final desta década.

Já a segunda fase da campanha deverá ser regionalizada, para convocar, naquele determinado período, somente os eleitores dos locais onde está ocorrendo o recadastramento.

Internet

A campanha inclui ainda o lançamento de um site que divulgará novidades sobre a biometria, para que o eleitor fique por dentro de todas as notícias acerca do recadastramento biométrico. O TSE criou uma página específica sobre o tema dentro do Portal do Tribunal na internet.

No site, será possível acompanhar a evolução da revisão biométrica em todo o país, além de conferir as notícias dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e conhecer um pouco mais sobre a tecnologia e suas peculiaridades. As peças da Campanha da Biometria também poderão ser acessadas na página. 

Recadastramento Biométrico

Por meio da biometria, o mesário identifica o eleitor após comparar as impressões digitais deste com as digitais previamente cadastradas no banco de dados da Justiça Eleitoral e inseridas na urna eletrônica. Além de praticamente eliminar a intervenção humana nessa etapa, outra grande vantagem da tecnologia biométrica é impedir que uma pessoa tente se passar por outra no momento da identificação, já que cada ser humano possui impressões digitais únicas.

Todos os eleitores das 490 cidades que identificarão os seus votantes por meio das digitais em 2014 têm de comparecer ao cartório eleitoral para fazer o recadastramento biométrico, de acordo com o calendário de seu município; caso contrário, terá o seu título cancelado.

Para reaver o título, o eleitor que não comparecer à cidade onde vota e quiser continuar votando naquele local terá de ir ao seu cartório de origem até 7 de maio de 2014. Se o eleitor não puder ir à cidade onde vota, deve pedir a transferência do seu local de votação para o município onde estiver estabelecido. Após 7 de maio, não será mais possível regularizar a situação nem votar nas Eleições 2014.

O título do eleitor que não se recadastrar é cancelado porque o recadastramento biométrico não objetiva somente coletar as digitais para identificação no dia da eleição. Quando do recadastramento, faz-se também uma revisão eleitoral e todos os dados do eleitor são atualizados.

Acesse aqui a relação dos municípios que farão o recadastramento biométrico para as eleições de 2014.

 

GA/AR

Últimas notícias postadas

Recentes