TSE agora conta com um posto de bicicletas compartilhadas em frente ao prédio (atualizada)

TSE agora conta com um posto de bicicletas compartilhadas em frente ao prédio (Atualizada)

Projeto Bike no TSE

Nesta quinta-feira (10), foi inaugurada a estação de compartilhamento de bicicletas “+BIKE” em frente ao prédio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo Antônio Carlos Suner Caddah, titular da Coordenadoria de Serviços Gerais (Coseg), essa foi uma ação conjunta entre o TSE, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST), que assinaram um ofício solicitando ao Governo do Distrito Federal (GDF) tanto a instalação do posto como a extensão da malha viária, com a ciclovia que vai da Rodoviária do Plano Piloto até a Praça dos Tribunais.

“São bicicletas novas e já estão disponíveis para uso”, disse Caddah. Dessa forma, tantos os servidores do TSE como os do TST e do STJ poderão usufruir desse benefício. Essa é uma importante ação de sustentabilidade que tem várias vantagens: a bicicleta como modelo de transporte público saudável e não poluente, o combate ao sedentarismo da população e a promoção da prática de hábitos saudáveis, bem como a redução dos engarrafamentos e a poluição ambiental nas áreas centrais da cidade, além do incentivo à humanização do ambiente urbano e à responsabilidade social das pessoas.

+BIKE

O sistema +BIKE é composto por estações inteligentes, distribuídas em diferentes pontos da cidade. O usuário pode retirar a bicicleta na estação por meio do aplicativo baixado em seu smartphone, devolvendo-a em qualquer estação após o uso. Esse sistema visa oferecer à cidade de Brasília uma opção de transporte sustentável e não poluente.

Para usar o sistema, é preciso cadastrar-se pela Internet e pagar uma taxa anual de R$ 10,00. A bicicleta pode ser usada gratuitamente por 60 minutos ininterruptos e quantas vezes por dia o usuário desejar. Após uma hora de uso, são cobrados R$ 5,00 para cada período adicional de 60 minutos, mas o ciclista tem a opção de devolver a bicicleta antes do término do período gratuito e guardar um intervalo de 15 minutos para retirá-la novamente sem pagar nada.

Para destravar a bicicleta, o usuário pode usar o aplicativo para smartphones ou ligar do celular para o telefone (61) 4003-9846. As estações funcionam todos os dias, das 6h às 23h59 para retirada das bicicletas e 24 horas para devolução.

Esse é um projeto do Governo do Distrito Federal, operado pela empresa Serttel. As estações são alimentadas por energia solar e conectadas a uma central via wireless, o que permite fazer o monitoramento em tempo real das bicicletas e das estações. A pessoa também pode acompanhar o status e ficar sabendo exatamente onde há estações/bicicletas e/ou vagas disponíveis, por meio do site ou do aplicativo do projeto.

Clique aqui e obtenha mais informações sobre o +BIKE.

Ciclovia e estacionamento

O projeto de extensão da malha viária com a criação de ciclovia, que vai da Rodoviária do Plano Piloto até todo o Parque do Bosque dos Tribunais, incluindo a ampliação de estacionamentos públicos no local, já foi enviado à Secretária de Mobilidade Urbana do GDF, que está viabilizando formas de implantá-lo. O parque tem uma área de 588 mil m2 dividida em cinco glebas distintas e adjacentes aos tribunais localizados no Setor de Administração Federal Sul (SAFS Sul). 

As mudanças foram sugeridas para qualificar e ordenar o uso dos espaços públicos do SAF Sul, por meio de pequenos ajustes de sistema viário; da organização dos estacionamentos, cuja demanda por vagas foi expressa pelos diferentes órgãos da administração federal; do tratamento das calçadas; e da inserção de espaço cicloviário, respeitando a legislação urbanística e de preservação da cidade.

Em fevereiro deste ano, os presidentes do TSE, Gilmar Mendes; do TST, Ives Gandra Martins; e do STJ, Laurita Vaz, participaram do plantio de mudas de árvores do cerrado que marcou o início da revitalização do Bosque. A ação também faz parte de termo de cooperação técnica firmado entre os três tribunais que visa ao intercâmbio de experiências para a implementação de ações conjuntas de sustentabilidade. 

Confira aqui a proposta de espaço cicloviário.

Leia mais:

Saiba como foi a parceria entre TST, TSE e STJ no plantio de mudas no Bosque dos Tribunais


Últimas notícias postadas

Recentes