Mais de 140 veículos de comunicação farão cobertura do julgamento da Aije 194358

Mais de 140 veículos de comunicação farão cobertura do julgamento da Aije 194358

Fachada do TSE

A Assessoria de Comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reforçou a estrutura da Corte Eleitoral de atendimento aos jornalistas para a cobertura das quatro sessões desta semana (de 6 a 8 de junho) destinadas ao julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) 194358, que pede a cassação da chapa presidencial Dilma Rousseff e Michel Temer, reeleita em 2014. Até o momento, 140 veículos de comunicação, entre nacionais e internacionais, foram credenciados, entre mídia impressa, mídia on-line, emissoras de rádio e televisão, envolvendo um total de mil profissionais de imprensa, durante todo o dia.

 

 

Profissionais da Assessoria de Comunicação estarão prontos para atender e prestar qualquer esclarecimento aos jornalistas que farão a cobertura do julgamento da Aije 194358, inclusive no Comitê de Imprensa do TSE. 

Credenciais

A Assessoria de Comunicação disponibilizou credenciais nominais aos veículos de imprensa, sendo duas para cada emissora de rádio, mídia imprensa ou digital, e quatro para cada emissora de televisão. As credenciais podem ser utilizadas por qualquer profissional do veículo de comunicação, pois elas estão em nome da empresa. Apenas jornalistas portando credenciais terão acesso ao saguão do Plenário e aos auditórios do TSE.

O órgão de imprensa é inteiramente responsável pela designação e conservação das credenciais que lhe forem entregues, até o fim do julgamento.

Em hipótese alguma serão confeccionadas novas vias das credenciais.

Wi-fi

A estrutura preparada prevê a distribuição de senhas de wi-fi para cada veículo credenciado. A responsabilidade pelo uso do acesso à internet por meio da rede do TSE pelos profissionais portadores das credenciais é inteiramente do órgão de imprensa credenciado. Não serão disponibilizadas cabines de transmissão para emissoras de rádio.

Jornalistas e fotógrafos

Não será permitida a permanência de fotógrafos, cinegrafistas e técnicos no Plenário. Fotografias e vídeos poderão ser obtidos na internet, respectivamente por meio das páginas do TSE no Flickr (https://www.flickr.com/photos/144801833@N06/) e no Youtube (https://www.youtube.com/user/justicaeleitoral).

Aos jornalistas será reservada uma área no Plenário da Corte Eleitoral, com lugares limitados, que serão ocupados por ordem de chegada. Nessa área não haverá qualquer suporte a equipamentos eletrônicos, como tomadas elétricas.

Os demais jornalistas ocuparão um dos auditórios do Tribunal, localizado no subsolo do edifício-sede, onde haverá um telão com transmissão ao vivo e suporte de energia para os equipamentos. As entrevistas coletivas, caso hajam, serão realizadas nesse local. Também haverá um espaço reservado para a gravação de entrevistas com as demais fontes no subsolo do Tribunal.

Comitê de Imprensa

A Assessoria de Comunicação informa que o acesso ao Comitê de Imprensa ocorrerá por ordem de chegada, respeitado o limite de ocupação das bancadas, que possuem oito terminais de computador com acesso à internet por meio da rede do TSE e três aparelhos telefônicos que permitem ligações nacionais para telefones fixos.

Links

Não serão permitidos links ao vivo no saguão do Plenário e dos auditórios. As entradas ao vivo só serão permitidas nos pilotis do edifício-sede do Tribunal, no andar térreo.

Apenas caminhões de link terão acesso à área do estacionamento interno do TSE, em locais designados pela Assessoria de Comunicação. Demais veículos de imprensa deverão estacionar nos estacionamentos públicos do Tribunal.

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail comunicacaotse@gmail.com.

EM, IC/JP

Últimas notícias postadas

Recentes