Nota de esclarecimento sobre votos duplicados de candidatos

São falsas as postagens nas redes sociais que afirmam que candidatos tiveram votos alterados pela Justiça Eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que são falsas as postagens nas redes sociais que afirmam que candidatos pelo país tiveram votos duplicados ou alterados pela Justiça Eleitoral.

Na última segunda-feira (23), durante uma atualização dos dados, ocorreu em algumas cidades – e por poucas horas – a visualização de dados sobrepostos referentes a votos de candidatos a prefeito e a vereador.

A situação foi constatada nas cidades de Curitiba (PR), Ilhéus (BA) e Garanhuns (PE). O TSE informou imediatamente a todos os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) a respeito do caso e fez as atualizações necessárias.

Houve, portanto, momentaneamente, uma sobreposição de dados, e não uma duplicação de votos.

A apuração dos votos é conferível e auditável. Depois da votação, a urna emite um comprovante impresso chamado Boletim de Urna (BU), com a quantidade de votos a cada candidato. Os boletins são impressos em 5 vias e entregues a partidos. Além disso, é possível pedir acesso ao juiz da respectiva zona eleitoral. Os dados podem ser conferidos no site do TSE.

Últimas notícias postadas

Recentes