Presidente do TSE convida sociedade para debate sobre Consciência Antirracista, na próxima segunda (29)

Durante a sessão de julgamentos desta terça (23), ministro Barroso destacou os 50 anos do Dia da Consciência Negra no Brasil

Sessão do TSE - 23.11.2021

Na abertura da sessão de julgamentos desta terça-feira (23), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, lembrou os 50 anos do Dia da Consciência Negra no Brasil, celebrado em 20 de novembro. E convidou a sociedade brasileira para acompanhar o debate “Consciência Antirracista para a Democracia”, que será promovido de forma virtual pelo TSE na próxima segunda-feira (29).

Barroso destacou que a data foi comemorada pela primeira vez no país pelo movimento negro, em 1971, e enfatizou o simbolismo de lembrar o dia, um marco da luta desses brasileiros por direitos e do enfrentamento de um fato enraizado na biografia nacional, que é o racismo.

“Nós aqui no TSE, nos limites de nossas competências, temos procurado enfrentá-lo [o racismo]. A desigualdade racial no Brasil é escancarada por diversas estatísticas, que demonstram em todos os cantos que negros são desfavorecidos e marginalizados. E esse racismo também se manifesta no âmbito político eleitoral. O caráter estrutural do racismo não isenta cada um de nós de sua responsabilidade quanto a esse problema, que é um problema de todos”, destacou.

Evento

O debate “Consciência Antirracista para a Democracia” acontecerá de maneira virtual, no dia 29 de novembro, próxima segunda-feira, às 17h, com transmissão ao vivo pelo canal do TSE no YouTube. Participam do evento o presidente da Corte Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso; o ministro do TSE Benedito Gonçalves; a professora e filósofa Djamila Ribeiro; o advogado e professor Adilson Moreira; e a jornalista Aline Midlej.

Dia da Consciência Negra

O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra foi oficialmente instituído mediante a Lei nº 12 519, de 10 de novembro de 2011. A ocasião homenageia data da morte do líder negro Zumbi dos Palmares e é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira, bem como à realização de manifestações sociais que levantam questões sobre racismo, discriminação, igualdade social e a cultura afro-brasileira.

TP/LC, DM

Últimas notícias postadas

Recentes