Vencedores do XIX Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça serão conhecidos nesta sexta (22)

Justiça Eleitoral concorre em nove das 13 categorias da premiação

Imagem de fundo bege. Um retângulo branco no centro com um balão de diálogo verde e azul dentro ...

Nesta sexta-feira (22), às 18h30, serão conhecidos os ganhadores do XIX Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, concedido anualmente pelo Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ). O anúncio acontecerá no encerramento do II Seminário On-line de Comunicação & Justiça – Comunicando direitos e cidadania em tempos excepcionais, iniciado hoje (21).

A expectativa pelo resultado final do prêmio na Justiça Eleitoral é grande, afinal estratégias de comunicação voltadas ao eleitorado e às atividades de relacionamento com a imprensa, desenvolvidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), estão entre as finalistas.

A Justiça Eleitoral concorre em nove das 13 categorias da premiação. O podcast Clica e Confirma, finalista na categoria Mídia Radiofônica, traz semanalmente os principais assuntos de destaque na Justiça Eleitoral.

Finalista na categoria Mídia Social, o projeto “Perfil no TikTok” incrementou a comunicação da Corte Eleitoral, levando informações atualizadas de maneira acessível, democrática e irreverente aos seguidores da página do TSE no aplicativo.

Já o Centro de Divulgação das Eleições presencial e virtual é finalista na categoria Relacionamento com a Mídia. O espaço foi um importante canal de comunicação entre o TSE e os profissionais que trabalharam na cobertura das Eleições 2020.

Na categoria Reportagem Escrita, o Tribunal concorre com a matéria O caminho do voto: o que acontece depois que você aperta o botão confirma. A reportagem descreve, com uma linguagem acessível e com o auxílio de textos curtos e infográficos, algumas das principais barreiras de segurança da urna eletrônica no dia da eleição, do início da votação até a totalização.

A secretária de Comunicação e Multimídia do TSE, Giselly Siqueira, uma das palestrantes do painel “Comunicação Institucional e o Combate à Desinformação”, marcado para as 16h30 desta sexta-feira (22), destaca que foi com muita alegria que o Tribunal recebeu a notícia de que a Justiça Eleitoral era finalista em tantas categorias.

“Acho que esse é um reconhecimento ao trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo dos últimos anos, com a preocupação do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais em fazer uma comunicação pública eficaz, para levar informação de qualidade à sociedade e combater a desinformação”, diz.

Ações dos TREs

Na categoria Vídeo Institucional/Documentário, o projeto “Papel: uma história de frente e (em) verso”, do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), é um dos finalistas. Concorre também à premiação, na categoria Projeto/Campanha Institucional de Interesse Público, a iniciativa “Varal da Democracia”, do TRE Rondônia (TRE-RO). E na categoria Mídia Digital, o TRE do Paraná (TRE-PR) concorre com o projeto “Gralha Confere”.

Já o Regional da Bahia (TRE-BA) é finalista na categoria Fotografia, com o trabalho “Um Olhar Jovem Sobre a Democracia”. E na categoria Mídia Audiovisual, a série “Urna eletrônica: Eu conheço! Eu confio!”, do TRE de Tocantins (TRE-TO), é um dos projetos finalistas.

Tradicionalmente, a premiação acontece durante o Congresso Nacional de Comunicação e Justiça (Conbrascom), mas o evento precisou ser adiado em decorrência da pandemia causada pela disseminação do novo coronavírus.

Confira mais informações sobre a premiação.

MM/LC, DM

Leia mais:

18.10.2021 - Trabalho da Justiça Eleitoral é destaque no XIX Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça

05.10.2021 - TSE é finalista em quatro categorias do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça 2021 

Últimas notícias postadas

Recentes