100% das seções totalizadas: confira como ficou o quadro eleitoral após o 1º turno

Último estado a concluir a totalização foi o Amazonas, na manhã desta terça-feira (4)

Urna eletrônica modelo UE 2020 - TSE 2022

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu a totalização de todos os votos do primeiro turno das Eleições Gerais 2022 às 10h27 desta terça-feira (4). Do total de 156.454.011 eleitores aptos a votar, 123.682.372 compareceram às urnas, número equivalente a 79,05%. Os votos válidos totalizaram 118.229.719. A abstenção alcançou 32.770.982 e representou 20,95%. Os votos nulos foram 3.487.874, o que corresponde a 2,82% do total de votos. Já os votos em branco somaram 1.964.779 (1,59%). No total, foram apuradas 472.075 seções eleitorais, a última delas em Coari, no Amazonas.

Os números estão disponíveis na página Resultados

Presidência da República

Ainda na noite de domingo (2), foi definida matematicamente a disputa em segundo turno para presidente da República, que acontecerá no dia 30 de outubro, entre Luiz Inácio Lula da Silva, da Coligação Brasil da Esperança, e Jair Bolsonaro, da Coligação pelo Bem do Brasil. Com a totalização da apuração de todas as seções, Lula obteve 57.259.504 votos (48,43% dos votos válidos) e Bolsonaro 51.072.345 votos (43,20% dos votos válidos).

Senado Federal

Foram eleitos 27 senadores e senadoras, um para cada unidade da Federação, que exercerão um mandato de oito anos. Confira no aplicativo Resultados (baixe nas lojas on-line App Store e Google Play) ou no Portal do TSE os parlamentares eleitos.

Câmara dos Deputados

O eleitorado elegeu 513 deputadas e deputados. Veja no app Resultados (baixe nas lojas on-line App Store e Google Play) ou no Portal do TSE os parlamentares eleitos para a Câmara.

Assembleias legislativas

As assembleias legislativas contarão agora com novos 1.035 deputados estaduais para um mandato de quatro anos. Já a Câmara Legislativa do Distrito Federal terá renovada a bancada de 24 deputados distritais. Confira as eleitas e os eleitos no aplicativo Resultados (baixe nas lojas on-line App Store e Google Play) ou no Portal do TSE.

Governos dos estados

  • Região Sudeste

Espírito Santo

Os eleitores do Espírito Santo voltarão às urnas no dia 30 de outubro para eleger o novo governador. A disputa será entre Renato Casagrande (PSB), que recebeu 976.652 votos (46,94% dos votos válidos), contra 800.598 votos (38,48%) de Manato (PL).

Minas Gerais

As eleitoras e os eleitores de Minas Gerais (MG) reelegeram Romeu Zema (Novo) como governador do estado para os próximos quatro anos. Ele recebeu 6.094.136 votos, o que equivale a 56,18% do total de votos válidos. A disputa foi contra o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD), que obteve 3.805.182 votos (35,08%).

Rio de Janeiro

Os cariocas reelegeram, neste domingo (2), o governador Cláudio Castro (PL). Ele recebeu 4.930.288 votos, o que equivale a 58,67% do total de votos válidos, contra 2.300.980 votos (27,38%) obtidos pelo segundo colocado, o ex-deputado federal Marcelo Freixo (PSB).

São Paulo

Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT) disputarão o segundo turno para o Governo de São Paulo, no próximo dia 30 de outubro. Tarcísio recebeu 9.881.995 votos (42,32% dos votos válidos), contra 8.337.139 (35,70)% de Fernando Haddad (PT).

  • Região Sul

Paraná

No Paraná, Ratinho Júnior (PSD) se reelegeu governador, numa disputa com o ex-chefe do Executivo paranaense Roberto Requião (PT). Ratinho Júnior obteve 4.243.292 votos (69,64% dos votos válidos), contra 1.598.204 (26,23%) votos recebidos por Requião.

Rio Grande do Sul

O novo governador do Rio Grande do Sul somente será definido no dia 30 de outubro, segundo turno das Eleições 2022. Os dois candidatos mais bem colocados na disputa deste domingo (2) foram Onyx Lorenzoni (PL), que obteve 2.382.026 votos (37,50% dos votos válidos), e Eduardo Leite (PSDB), que alcançou 26,81% dos votos válidos, ao receber 1.702.815 votos.

Santa Catarina

O novo governador de Santa Catarina será definido apenas em segundo turno, no próximo dia 30 de outubro. A disputa será entre Jorginho Mello (PL) e Décio Lima (PT). Jorginho obteve 1.575.912 votos (38,61% dos votos válidos), contra 710.859 votos (17,42%) recebidos por Décio Lima.

  • Região Centro-Oeste

Distrito Federal

Ibaneis Rocha (MDB) foi reeleito governador do Distrito Federal, alcançando 50,30% dos votos válidos (832.633 votos). O segundo colocado foi Leandro Grass (PV), que recebeu 26,25% dos votos válidos (434.587 votos).

Goiás

As eleitoras e os eleitores goianos resolveram o pleito para o governo do estado já no primeiro turno das Eleições Gerais de 2022, reelegendo Ronaldo Caiado (União), com 51,81%% dos votos válidos (1.806.892 votos). O segundo colocado, Gustavo Mendanha (Patriota), alcançou a marca de 25,20% dos votos válidos (879.031 votos).

Mato Grosso

O eleitorado mato-grossense reelegeu Mauro Mendes (União) para o governo do estado em primeiro turno, com 68,45% dos votos válidos (1.114.549 votos). A segunda colocada foi Márcia Pinheiro (PV), que recebeu 267.172 votos (16,41% dos votos válidos).

Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul, ficou definido um segundo turno, a ser realizado no dia 30 de outubro, entre Capitão Contar (PRTB) e Eduardo Riedel (PSDB). Os candidatos receberam, respectivamente, 384.275 votos (26,71% dos votos válidos) e 361.981 votos (25,16% dos votos válidos).

  • Região Nordeste

Alagoas

O novo governador do estado de Alagoas será conhecido apenas em segundo turno, no próximo dia 30 de outubro. A disputa será entre Paulo Dantas (MDB), que obteve 708.984 votos (46,64% dos votos válidos), e Rodrigo Cunha (União), que conquistou 407.220 votos (26,79% dos votos válidos).

Bahia

A definição do novo governador do estado da Bahia será em segundo turno, que acontecerá no dia 30 de outubro. A disputa será entre Jerônimo Rodrigues (PT), que obteve 4.019.830 votos (49,45% dos votos válidos), e ACM Neto (União), que recebeu 3.316.711 votos (40,88%).

Ceará

Elmano de Freitas (PT) é o novo governador do Ceará. Ele recebeu 2.808.300 votos (54,02% dos votos válidos). O segundo candidato mais votado, Capitão Wagner (União), recebeu 1.649.213 votos, ou seja, 31,72% do total de votos válidos.

Maranhão

Carlos Brandão (PSB) foi reeleito neste domingo (2) com 51,29% dos votos válidos. Ele obteve 1.769.187 votos. O segundo colocado foi Lahesio Bonfim (PSC), que recebeu 24,87% dos votos válidos (857.744 votos).

Paraíba

Paraíba é mais um dos estados que somente terá um novo governador no dia 30 de outubro, quando acontece o segundo turno das Eleições 2022. A disputa será entre os candidatos João Azevêdo (PSB) e Pedro Cunha Lima (PSDB). Eles obtiveram 863.174 votos (39,65% dos votos válidos) e 520.155 votos (23,90%), respectivamente.

Pernambuco

Duas mulheres disputarão o segundo turno para o Governo de Pernambuco. Marília Arraes (Solidariedade) recebeu 1.175.651 votos (23,97% dos votos válidos), enquanto Raquel Lyra obteve 1.009.556 votos (20,58% dos votos válidos). O segundo turno será decidido no próximo dia 30 de outubro.

Piauí

Rafael Fonteles (PT) foi eleito governador do Piauí, com 1.115.139 votos (57,17% dos votos válidos). O professor universitário e ex-secretário estadual da Fazenda venceu a disputa contra Silvio Mendes (União Brasil), que obteve 811.806 votos (41,62%).

Rio Grande do Norte

As eleitoras e os eleitores potiguares reelegeram a candidata petista, Fátima Bezerra, governadora do Rio Grande do Norte. Ela recebeu 1.066.496 votos (58,31% do total de votos válidos). Fábio Dantas (Solidariedade) ficou com 22,22%, ao obter 406.461 votos.

Sergipe

Rogério Carvalho (PT) e Fábio (PSD) vão disputar o segundo turno das Eleições 2022 para governador de Sergipe. Rogério recebeu 338.796 votos (44,70% dos votos válidos), enquanto Fábio obteve 294.936 votos (38,91% dos votos válidos).

  • Região Norte

Acre

O engenheiro e atual governador do Acre, Gladson Cameli (PP), conquistou a reeleição para o cargo. Ele recebeu 242.100 votos (56,75% dos votos válidos), contra 24,21% de Jorge Viana (PT), que obteve 103.265 votos.

Amapá

Clécio (Solidariedade) foi eleito governador do Amapá no primeiro turno das Eleições 2022. Ele recebeu 222.168 votos (53,69% dos votos válidos), enquanto Jaime (PSD) obteve 176.208 votos (42,58%).

Amazonas

Wilson Lima (União) e Eduardo Braga (MDB) foram os dois candidatos mais votados para assumir o governo do Amazonas. A disputa só será definida em segundo turno, no dia 30 de outubro. Lima recebeu 819.593 votos (42,82% dos votos válidos), enquanto Braga obteve 401.815 votos, número que equivale a 20,99% do total de votos válidos apurados no estado.

Pará

O atual governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), conquistou a reeleição para o cargo. Ele recebeu 3.117.276 votos (70,41% dos votos válidos), contra 1.201.079 votos (27,13%) de Zequinha Marinho (PL).

Rondônia

Coronel Marcos Rocha (União) e Marcos Rogerio (PL) foram os candidatos mais bem colocados e disputarão o segundo turno para o governo de Rondônia. O primeiro obteve 330.656 votos (38,88% dos votos válidos), e o segundo recebeu 315.035 votos (37,05%).

Roraima

A disputa para o governo de Roraima (RR) foi decidida no primeiro turno das Eleições Gerais de 2022. Antonio Denarium (PP) foi reeleito com 163.167 votos (56,47% dos votos válidos), enquanto a adversária Teresa Surita atingiu 118.856 votos (41,14% dos votos válidos).

Tocantins

Wanderlei Barbosa (Republicanos) foi reeleito em primeiro turno na corrida pelo governo estadual. Ele recebeu 481.469 votos (58,14% dos votos válidos), contra 186.361 votos (22,50% dos votos válidos) de Ronaldo Dimas (PL).

JL/LC, DM

icone mapa
Setor de Administração Federal Sul (SAFS)
Quadra 7, Lotes 1/2, Brasília/DF - 70095-901,
Tribunal Superior EleitoralTel.:(61) 3030-7000

Icone horário de funcionamento dos protocolos

Funcionamento dos protocolos administrativo e judiciário : segunda a sexta, das 11h às 19h. De acordo com a portaria 759, de 15 de agosto de 2022, aos sábados, domingos e feriados, compreendidos entre 15 de agosto e 19 de dezembro de 2022, as atividades do protocolo judiciário e administrativo do Tribunal Superior Eleitoral serão realizadas das 13 às 18 horas.

Horário de funcionamento de outros serviços e mais informações

Acesso rápido