Eleições 2022: até as 17h, Pardal registra 4.872 denúncias de propaganda eleitoral irregular relativas ao 1º turno

Desde o começo da campanha, foram registradas 37.026 denúncias. Região Sudeste e candidatos a deputado federal lideram os casos relatados

TSE - Pardal

Com o encerramento da votação do primeiro turno das Eleições Gerais de 2022 em todo o país, a Justiça Eleitoral registrou 4.872 denúncias de propaganda eleitoral irregular, encaminhadas por meio do aplicativo Pardal. No total geral, desde o dia 16 de agosto – data em que iniciou a propaganda eleitoral – foram registradas por meio do aplicativo 37.026 denúncias.

O número deste domingo (2) de eleição marca um acréscimo significativo em relação ao recorde anterior, registrado no dia 1º de outubro, quando foram feitas 2.069 denúncias. A região de onde partiu a maioria das denúncias desde o começo da campanha eleitoral foi a Sudeste, com 13.144, seguida pela Nordeste, com 10.837, e pela Sul, com 6.292 relatos. As regiões Centro-Oeste e Norte registraram, respectivamente, 4.107 e 2.646 denúncias.

A maioria das denúncias de propaganda eleitoral irregular se refere às campanhas para deputado federal, com 12.642 casos, seguidas de perto pelas candidatas e candidatos a deputado estadual, com 12.439. Só no Distrito Federal, onde deputados distritais são eleitos, foram registradas 1.248 denúncias. Já as campanhas para presidente da República foram responsáveis por 3.358 denúncias em todo o país, enquanto os governadores e senadores causaram, respectivamente, 2.768 e 799 denúncias.

RG/DM

 

 

icone mapa
Setor de Administração Federal Sul (SAFS)
Quadra 7, Lotes 1/2, Brasília/DF - 70095-901,
Tribunal Superior EleitoralTel.:(61) 3030-7000

Icone horário de funcionamento dos protocolos

Funcionamento dos protocolos administrativo e judiciário : segunda a sexta, das 11h às 19h. 

Horário de funcionamento de outros serviços e mais informações

Acesso rápido