Ministros Luis Felipe Salomão e Benedito Gonçalves são escolhidos para vagas no TSE

Nomes dos magistrados foram aprovados, por unanimidade, pelo Pleno do STJ

Fachada do TSE

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprovou, na manhã desta quarta-feira (11), por unanimidade, o nome do ministro Luis Felipe Salomão como ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o biênio 2019-2021 e, para o mesmo período, o nome do ministro Benedito Gonçalves como ministro substituto.

Salomão, que era ministro substituto na Corte Eleitoral, assumirá em outubro a vaga do ministro Jorge Mussi, eleito para o biênio 2017-2019.

Luis Felipe Salomão, natural de Salvador (BA), é ministro do STJ desde junho de 2008. Já Benedito Gonçalves é natural do Rio de Janeiro (RJ) e atua como ministro do STJ desde setembro de 2008.

Composição

O TSE é formado por, no mínimo, sete ministros. Três são oriundos do Supremo Tribunal Federal, um dos quais é o presidente da Corte, e dois ministros vêm do STJ. Cabe ao TSE escolher o corregedor-geral Eleitoral dentre os ministros designados pelo STJ. Completam o Tribunal dois juristas oriundos da classe dos advogados, nomeados pelo presidente da República.

Com informações da Secom/STJ

Últimas notícias postadas

Recentes