Presidente do TSE abre Ano Judiciário anunciando preparativos para as eleições municipais de 2020

Ministra Rosa Weber apresentou ainda um panorama das principais ações a serem implementadas no próximos meses de sua gestão

Ministra Rosa Weber

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, abriu o Ano Judiciário na noite desta sexta-feira (1º) ressaltando que a agenda da Corte Eleitoral em 2019 estará especialmente concentrada na preparação das eleições municipais de 2020.  “Para tanto”, afirmou, “serão valiosas a experiência e as lições aprendidas no pleito de 2018”. Por exemplo, já estão em andamento estudos técnicos para a aquisição de novas urnas eletrônicas, necessárias tanto em decorrência do aumento do número de eleitores quanto pela necessidade de atualização tecnológica. Começaram também os preparativos para a elaboração das resoluções que normatizarão as eleições municipais.

Rosa Weber traçou ainda um panorama das principais ações a serem implementadas no próximos meses. Em março, será realizado do “Seminário Internacional Fake News e Eleições”, evento que contará com a participação de especialistas estrangeiros e representantes de diversos setores ligados ao tema. A Escola Judiciária Eleitoral do TSE (EJE/TSE), por sua vez, organiza uma série de debates que terão como objetivo a criação de um ambiente favorável à elaboração de soluções para a reforma política e eleitoral.

A presidente do TSE anunciou também que a Secretaria Judiciária da Corte desenvolve, no momento, soluções de inteligência artificial destinadas a minimizar problemas e produzir resultados efetivos. Outro programa a ser implementado no Tribunal envolve a gestão de riscos do processo eleitoral, com o objetivo de, nas palavras da presidente, “identificá-los e, assim, evitá-los ou mitigá-los”.

A importância do trabalho da Justiça Eleitoral em 2019, ano não eleitoral, para o sucesso do pleito de 2020 foi ressaltado pela presidente da Corte Eleitoral. “Vale lembrar que o tempo de execução não é o mais importante que o tempo do preparo. Os bons frutos não prescindem de cuidadosa semeadura. Por isso, o ano de 2019 não se empalidece frente a 2018 e 2020, de eleições gerais e municipais”, declarou.

Por fim, Rosa Weber congratulou o TSE pela premiação do Programa de Acessibilidade da Justiça Eleitoral na categoria “Melhores práticas e políticas inovadoras mundiais na área de vida independente e participação política de pessoas com deficiência”, do Projeto Zero 2019. A premiação ocorrerá  entre os dias 20 e 22 de fevereiro no escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) em Viena, na Áustria.

RG/RR, DM

Leia mais:

18.01.2019 -Programa de acessibilidade da Justiça Eleitoral vence prêmio Projeto Zero 2019

Últimas notícias postadas

Recentes