Missões de Observação: Parlamento do Mercosul destaca papel fundamental dos mesários

Integrantes do grupo redigiram relatórios do primeiro e segundo turno

seriemissoesobservacaoeleitoral-10.11.2022

A Missão de Observação Eleitoral Internacional do Parlamento do Mercosul  (Parlasul), que acompanhou a realização do primeiro e segundo turno das Eleições 2022, reconheceu o “trabalho realizado com alto profissionalismo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a organização bem-sucedida das eleições para 156 milhões de eleitoras e eleitores”. Para os observadores, a eficiência e a normalidade do processo eleitoral foram fortalecidas.

O grupo reconheceu o papel dos mesários, convocados e voluntários, destacando a boa capacitação promovida pelo TSE. Nesse aspecto, o relatório ressalta a alta presença de mulheres que cumpriram esse papel. No relatório, a Missão do Parlasul destaca que as autoridades da mesa receptora de votos verificaram que os materiais entregues estavam completos e cita a emissão das zerésimas impressas pelas urnas, “sendo comprovado que nelas estavam registrados os candidatos e candidatas da seção e que não havia voto computado para nenhum deles antes do início da votação”.

Desinformação

Um dos pontos do documento trata do combate à desinformação, com o reconhecimento da Missão para as ações tomadas pelo Tribunal para conter o fluxo de notícias falsas durante a campanha eleitoral, entre eles o trabalho realizado junto às principais plataformas de redes sociais.

O Parlasul foi uma das instituições convidadas pelo TSE para acompanhar as eleições deste ano. No total, mais de 120 observadores internacionais vieram ao país acompanhar a votação e a totalização dos resultados. Além dos observadores estrangeiros, oito instituições nacionais presenciaram os trabalhos do processo eleitoral deste ano. Todos os relatórios preliminares estão disponíveis no Portal do TSE.

No material apresentado pelo Parlasul ao final de cada um dos pleitos, e disponíveis no Portal do TSE, a Missão parabeniza a população brasileira, candidatas e candidatos e todas as autoridades públicas envolvidas no esforço logístico e operacional pelo êxito das eleições. Destaca ainda “o compromisso cívico do povo brasileiro que, uma vez mais, compareceu massivamente às urnas de forma pacífica e democrática, para escolher seus representantes”.

O documento resume toda a atividade de acompanhamento dos observadores do Parlasul nas seções eleitoras visitadas no dia da eleição. De acordo com a instituição, a utilização das urnas eletrônicas, nas condições observadas, revelou-se segura, não suscitando reclamações e não sendo observado qualquer inconveniente na sua utilização em todas as seções eleitorais visitadas. O Parlasul identificou “como positiva a medida adotada em algumas cidades que ofereceram transporte gratuito no decorrer da jornada eleitoral, ação que contribuiu com a igualdade de condições”.

Sobre a Missão

O objetivo do trabalho realizado foi testemunhar e verificar o cumprimento das normas eleitorais. Para atender a essa finalidade, antes efetivamente do processo eleitoral, a Missão manteve reuniões com autoridades eleitorais, organizações políticas, acadêmicas, imprensa e representantes da sociedade civil.

O trabalho contou com 27 observadores e funcionários do Parlasul em todo esse processo. Liderada pelo presidente do Parlamento, Tomás Enrique Bittar, a missão do primeiro turno, que aconteceu no dia 2 de outubro, foi composta por 15 observadores de três dos países que integram o Mercosul. Eles visitaram seções eleitorais no Distrito Federal e nos estados de Goiás e de São Paulo.

Já a missão do segundo turno, realizado no dia 30 de outubro, foi liderada pela vice-presidente do órgão, Cecília Catherine Britto, e integrada por nove observadores de três países que integram o Mercosul: Argentina, Paraguai e Uruguai. Eles visitaram seções eleitorais nas cidades de São Paulo e São Caetano do Sul (SP).

Confira a íntegra dos relatórios do Parlasul aqui

MM/CM, DM

Leia mais

04.10.2022 - Parlamento do Mercosul parabeniza o Brasil pelo êxito das eleições

10.11.2022 - Organismos internacionais e nacionais atestam a confiabilidade das eleições brasileiras

08.11.2022 – Relatório final do Conselho Federal da OAB reforça segurança das urnas eletrônicas

03.11.2022 – Missão da OEA ressalta alto nível de solidez do TSE para a realização das Eleições 2022

03.11.2022 - Moraes agradece Missões de Observação Eleitoral nas Eleições 2022

04.11.2022 - Relatório preliminar do Carter Center destaca atuação do TSE no combate à desinformação

31.10.2022 - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa declara que eleições brasileiras são seguras e confiáveis

31.10.2022 - Em comunicado, Idea Internacional afirma que democracia brasileira sai fortalecida do pleito de domingo (30)

31.10.2022 - Uniore apresenta conclusões parciais da Missão de Observação Eleitoral que atuou no 2º turno

04.10.2022 – Parlamento do Mercosul parabeniza o Brasil pelo êxito das eleições

03.10.2022 – Missão da OEA elogia compromisso cívico dos brasileiros em relatório preliminar sobre o 1º turno das Eleições 2022

03.10.2022 – Uniore divulga relatório preliminar sobre as Eleições 2022

03.10.2022 – Missão internacional destaca que processo eletrônico de votação é seguro e confiável

icone mapa
Setor de Administração Federal Sul (SAFS)
Quadra 7, Lotes 1/2, Brasília/DF - 70095-901,
Tribunal Superior EleitoralTel.:(61) 3030-7000

Icone horário de funcionamento dos protocolos

Funcionamento dos protocolos administrativo e judiciário : segunda a sexta, das 11h às 19h. De acordo com a portaria 759, de 15 de agosto de 2022, aos sábados, domingos e feriados, compreendidos entre 15 de agosto e 19 de dezembro de 2022, as atividades do protocolo judiciário e administrativo do Tribunal Superior Eleitoral serão realizadas das 13 às 18 horas.

Horário de funcionamento de outros serviços e mais informações

Acesso rápido